Sobre a Revista

APRESENTAÇÃO

12 de fevereiro de 1950

5 de fevereiro de 1934 (EUA)

O americano William Morris Davis foi professor de Geografia da Universidade Harvard (situada em Boston, Massachussets, EUA), entre o final do século XIX e o início do seculo XX. É considerado o “pai” da geomorfologia, e ficou conhecido pelo elaboração do chamado “Ciclo de Erosão” (“Ciclo Geográfico” ou “Ciclo de Davis”), teoria que tem como hipótese, de forma simplificada, a evolução do relevo em etapas sucessivas, denominadas juventude, maturidade, senilidade. Com as teorias sobre pediplanação, e após a descoberta da Tectônica de Placas, o “Ciclo de Erosão” ficou desatualizado em diversos aspectos, mas guarda ainda muitos elementos importantes para a análise da evolução da paisagem geomorfológica, tal qual o papel da estrutura geológica e da tectônica na produção de grandes volumes de relevo. A Geomorfologia hoje, mais de um século depois do “Ciclo de Erosão”, apresenta uma diversidade e uma complexidade que Davis nunca imaginou, mas guarda a magia que ele vivenciou. William Morris Davis foi a inspiração inicial para a produção científica que trata do relevo, e a Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) presta aqui sua homenagem a esse grande cientista, na forma da publicação da “Willliam Morris Davis – Revista de Geomorfologia”. Senhores e senhoras geomorfológos e geomorfólogas, sejam bem-vindo(a)s.

 

A William Morris Davis é uma revista científica digital do Programa de Pós-graduação em Geografia (Mestrado Acadêmico) da Universidade Estadual Vale do Acaraú (MAG-UVA), Ceará, e tem como objetivo ampliar em nível nacional e internacional a publicação de artigos em geomorfologia, como forma de incentivar o crescimento desse ramo da ciência geográfica, bem como dar vazão à produção já existente. Serão aceitos artigos que tratem de geomorfologia em todas as suas áreas, na perspectiva da geomorfologia teórica, empírica, aplicada e ambiental, ou que tenham a geomorfologia como temática central.

A William Morris Davis publicará duas edições por ano, e pretende não ultrapassar 10 meses entre o momento de submissão do artigo e sua publicação. A revista aceita artigos de qualquer tamanho, desde que contenham claramente os itens introdução, metodologia, discussão e resultados, conclusão e referências bibliográficas.

 A revista publicará artigos em português, inglês, francês e espanhol. Todos os artigos deverão conter título, resumo e palavra-chave nessas línguas, e devem passar por revisão comprovadas de pelo menos três línguas dos resumos e palavras-chave, bem como do texto completo, antes do envio para publicação. Textos de alunos de graduação serão aceitos na qualidade de co-autores de pesquisas encaminhadas por professores-doutores, sendo os artigos submetidos resultantes de participação em equipes de pesquisa. Um mesmo autor não poderá publicar dois artigos em um mesmo número, e indica-se o intervalo de um ano para nova publicação na revista.

 A revista terá uma seção de artigos (de caráter teórico, empírico ou técnico), uma seção chamada “Revisitando a Geomorfologia”, para publicar artigos antigos de brasileiros e estrangeiros que guardam atualidade e que se perderam no sistema digital, e por fim, uma seção de fotos geomorfólogicas, que captaram situações especiais ou dignas de registro. As fotos podem ser de alunos de graduação, e uma vez publicadas, podem ser registrada no CV Lattes como publicação técnica.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Processo de Avaliação

A Willliam Morris Davis – Revista de Geomorfologia segue os princípios e práticas editoriais que preservam a confidencialidade de autores e avaliadores, adotando o procedimento double blind review (em duplo-cega), procede verificação de plágio, mantém a universalidade e imparcialidade nos encaminhamentos editoriais e atenta para as reclamações e demandas provindas tanto dos autores como dos avaliadores, assim como, permite o livre acesso aos artigos e a gratuidade da publicação, sem cobrança de taxas.

 

LOCKSS (Arquivamento)

O sistema LOCKSS (Lots of Copies Keep Stuff Safe - Muitas Cópias Mantém as Coisas Seguras) para assegurar arquivamento seguro e permanente do cache da revista, fornecendo serviços e tecnologias de código aberto para preservação digital segura, de alta confiança e resiliência. LOCKSS é um software livre desenvolvido pela Biblioteca da Universidade de Stanford, que permite preservar revistas online escolhidas ao sondar os websites das mesmas por conteúdo recém-publicado e arquivando-o. Cada arquivo é continuamente validado contra cópias de outras bibliotecas. Caso o conteúdo esteja corrompido ou perdido, as cópias são usadas para restauração (Fonte: https://www.lockss.org/).
O manifesto LOCKSS pode ser acessado pelo link: https://williammorrisdavis.uvanet.br/index.php/revistageomorfologia/gateway/lockss