GEOMORPHOLOGICAL MAPPING OF THE SERIDÓ REGION, RIO GRANDE DO NORTE STATE/MAPEAMENTO GEOMORFOLÓGICO DA REGIÃO DO SERIDÓ, ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

  • SAULO ROBERTO DE OLIVEIRA VITAL Universidade Federal da Paraíba - UFPB
  • ANDERSON DA SILVA SANTOS Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN
  • CAIO LIMA DOS SANTOS Secretaria de Educação - PB
Keywords: Geomorphology, Mapping, Seridó Potiguar

Abstract

The geomorphological mapping of Seridó is necessary due to the scarcity of products of this nature, as well as being important for planning and land use planning, given that the region analyzed has cities in the expansion phase, such as, for example, Caicó and New Corrals. This work aimed to carry out a geomorphological mapping of the Seridó Region, State of Rio Grande do Norte, up to the 4th taxon, on a scale of 1:100,000. The database used for the mapping was obtained from the SRTM (Shuttle Radar Topographic Mission), with a spatial resolution of 30 m, where contour curves, relief shading, slope and hypsometry were obtained, as well as images from the LANDSAT 8 satellite, for distinction of faces. Since then, it was possible to distinguish morphostructural and morphosculptural units, as well as morphosculptural and modeled subunits. These data will serve as a basis for the planning and environmental management of the study area, since they constitute precious information on regional geodiversity.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

SAULO ROBERTO DE OLIVEIRA VITAL, Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Professor do Departamento de Geociências da Universidade Federal da Paraíba e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte/UFRN - Campus I.

ANDERSON DA SILVA SANTOS, Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN

Graduado em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte/UFRN - Campus do Caicó.

CAIO LIMA DOS SANTOS, Secretaria de Educação - PB

Professor da Secretaria de Educação e da Ciência e Tecnologia do Estado da Paraíba.

References

AESA. Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba. Disponível em: http://www.aesa.pb.gov.br/aesa-website/comite-de-bacias/piranhas-acu/. Acesso em: 08 mar. 2018.

ALMEIDA, J. D. M.; CORRÊA, A. C. B. Conectividade da paisagem e a distribuição de plainos aluviais em ambiente semiárido. Revista Brasileira de Geomorfologia, v. 21, n. 1, 2020.

ARAI, M. A grande elevação eustática do mioceno e sua influência na origem do Grupo Barreiras. Revista do Instituto de Geociências, v. 6, n. 2, p. 1-6, 2006.

BARBOSA, T. S.; LIMA, V. F.; FURRIER, M. Mapeamento geomorfológico e geomorfologia antropogênica do município do Conde–Paraíba. Revista Brasileira de Geomorfologia, v. 20, n. 3, 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.20502/rbg.v20i3.1571.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Divisão Regional do Brasil em Regiões Geográficas Imediatas e Regiões Geográficas Intermediárias. Rio de Janeiro: IBGE, 2017.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Manual Técnico de Geomorfologia. 2. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2009, 182 p.

CLAUDINO-SALES, V.; PEULVAST, J. P. Evolução morfoestrutural do relevo na margem continental do estado do Ceará, nordeste do Brasil. Caminhos de Geografia, v. 7, n. 20, p. 1-21, 2007.

DINIZ, M. T. M.; OLIVEIRA, G. P. Proposta de compartimentação em mesoescala para o litoral do Nordeste brasileiro. Revista Brasileira de Geomorfologia, v. 17, n. 3, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.20502/rbg.v17i3.844.

DINIZ, M. T. M.; OLIVEIRA, G. P.; MAIA, R. P.; FERREIRA, B. Mapeamento geomorfológico do estado do Rio Grande do Norte. Revista Brasileira de Geomorfologia, v. 18, n. 4, p. 689-701, 2017. DOI: http://dx.doi.org/10.20502/rbg.v18i4.1255.

EMBRAPA. Agência de Informação Embrapa. Disponível em: http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/. Acesso em: 14 mar. 2018.

FERREIRA, A. T. S. et al. Mapeamento geomorfológico de detalhe para delimitação de Áreas de Preservação Permanente (APP) de zonas costeiras em atendimento ao Cadastro Ambiental Rural (CAR). Revista Brasileira de Geomorfologia. (Online), São Paulo, v.17, n.4, (Out-Dez) p.631-643, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.20502/www.ugb.org.br rbg.v17i4.671.

FILHO, A. R.; BEEK, K.J. Sistema de avaliação da aptidão agrícola das terras. 3. ed. rev. Rio de Janeiro: EMBRAPA-CNPS, 1995. 65p.

FURTADO, A. V. B. D; SOUZA, P. O. J. Mapeamento geomorfológico para a bacia do Alto Curso do Rio Paraíba de acordo com as normas do Manual Geomorfológico do IBGE. Revista de Geociências do Nordeste, v. 2, p. 83-91, 27 out. 2016.

LIMA, F. J. et al. Mapeamento geomorfológico em escala de semi-detalhe e a flexibilização de manuais de mapeamento: breves considerações a partir de um estudo de caso - setor subúmido do planalto sedimentar do Araripe/CE/Brasil. Ensaios de Geografia, v. 3, n. 6, p. 61-78, 3 ago. 2015.

LIMA, K. C.; CUNHA, C. M. L. DA; FILHO, A. P. Dificuldades e possibilidades da cartografia geomorfológica no semiárido brasileiro. Revista Brasileira de Cartografia, v. 65, n. 6, 11. 2013.

LIMA, K. C.; LUPINACCI, C. M. Geomorfologia do semiárido: proposta metodológica de representação cartográfica e interpretação do relevo em escala de detalhe. Revista Brasileira de Geomorfologia v. 22, nº 2. 2021. DOI: https://doi.org/10.20502/rbg.v22i2.1527.

MEDEIROS, J.L.; NASCIMENTO, M.A.L.; PERINOTO, A.R.C. Práticas turísticas por meio da análise da dimensão ambiental em geossítios do Projeto Geoparque Seridó (RN). Revista Brasileira de Ecoturismo, São Paulo, v.10, n.3, ago/out 2017, pp.552-578. DOI: https://doi.org/10.34024/rbecotur.2017.v10.6597.

MEDEIROS, Thiago Douglas Silva. Dinâmica geomorfológica e suscetibilidade erosiva na bacia hidrográfica do Rio Barra Nova, região do Seridó, Nordeste do Brasil. 2021. 97f. Dissertação (Mestrado em Geografia - Ceres) - Centro de Ensino Superior do Seridó, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2021.

MELO, F. P.; SOUZA, R. M. Mapeamento geomorfológico da fragilidade ambiental do sítio urbano de Garanhuns-PE. Nativa, [S. l.], v. 3, n. 4, p. 263-267, 2015. DOI: https://doi.org/10.31413/nativa.v3i4.2191.

MORAIS-NETO, J. M.; ALKMIM, F. F. A deformação das coberturas terciárias do planalto da Borborema (PB-RN) e seu significado tectônico. Revista Brasileira de Geociências, v. 31, n. 1, p. 95-106, 2001.

NASCIMENTO, M. A. L. Geoparque Seridó (RN) e suas feições geomorfológicas. Revista de Geografia. Recife, V. 35, No. 4 (especial XII SINAGEO), 2018. DOI: https://doi.org/10.51359/2238-6211.2018.238238.

NASCIMENTO, M. A. L.; GOMES, C. S. C. D.; BRITO, A. S. S. Geoparque como forma de gestão territorial interdisciplinar apoiada no geoturismo: o caso do Projeto Geoparque Seridó. Revista Brasileira de Ecoturismo (RBEcotur), v. 8, n. 2, 2015. DOI: https://doi.org/10.34024/rbecotur.2015.v8.6451.

NASCIMENTO, M. D.; SOUZA, B. S. P. O mapeamento geomorfológico como subsídio ao estudo das fragilidades ambientais. Revista do Centro do Ciências Naturais e Exatas – UFSM. Ciência e Natura, Santa Maria, v. 35 n. 2, p. 246-260, 2013 DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2179-460X826.

PINTO, B. L. Mapeamento de feições geomorfológicas do município de São Domingos, semiárido baiano. Revista Geoaraguaia, [S. l.], v. 9, n. 1, 2019. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/geo/article/view/8320. Acesso em: 24 set. 2021.

RABELO, D. R. Proposta preliminar de mapeamento geomorfológico da bacia do rio Seridó RN/PB. Revista de Geociências do Nordeste, v. 2, p. 262-270, 27 out. 2016.

REHBEIN, M. O.; FUJIMOTO, N. S. V. M. Mapeamento geomorfológico: análises morfogenéticas e morfodinâmicas em estudo de caso do urbano. Geosul, Florianópolis, v. 21, n. 42, p 163-183, 2006.

ROCHA, D. F. Importância do mapeamento geomorfológico como subsídio aos estudos sobre desertificação. Revista de Geociências do Nordeste, v. 2, p. 201-211, 2016.

ROSS, J. L. S. O Registro Cartográfico dos Fatos Geomórficos e a Questão da Taxonomia do Relevo. Revista do Departamento de Geografia/FFLCH/USP, n. 6, 1729, 1992. DOI: https://doi.org/10.7154/RDG.1992.0006.0002.

SANTOS, A. D.; VITAL, S. R. O. Riscos Geomorfológicos no Município de Caicó (RN). Revista Brasileira de Geografia Física, v.13, n.02, p.434-448. 2020. DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v13.2.p434-448.

SILVA, J. P. et al. Compartimentação e caracterização das unidades de paisagem do município de Serra Negra do Norte-RN: no táxon dos geofácies. Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS), v. 21, n. 2, p. 241-254, 2019. DOI: https://doi.org/10.35701/rcgs.v21n2.515.

SOUSA, R. V. B. et al. Mapeamento geomorfológico do sítio urbano de jataizinho, baixo curso do rio Tibagi –PR. Caminhos de Geografia Uberlândia v. 21, n. 73 Mar/2020 p. 307–320. DOI: http://doi.org/10.14393/RCG217349324.

TEODORO, P. H. M.; NUNES, J. O. R. Os alagamentos em Presidente Prudente-SP: um trabalho interdisciplinar embasado no mapeamento geomorfológico. Revista Formação, n.17, volume 2 – p. 81-102, 2010. DOI: https://doi.org/10.33081/formacao.v2i17.456.

VALDATI, J.; FERREIRA, D. R.; GOMES M. C. V. Determinação do perigo de inundação a partir do mapeamento geomorfológico de detalhe. Geosul, Florianópolis, v. 36, n. 78, p. 496-515, jan./abr. 2021. DOI: https://doi.org/10.5007/2177-5230.2021.e67385.

VASCONCELOS, P. R. M. et al. Caracterização Geomorfológica da Carta Jardim do Seridó (SB.24-Z-B-V), Nordeste do Brasil, Caderno de Geografia, v.29, n.59, 2019. DOI: https://doi.org/10.5752/p.2318-2962.2019v29n59p1182.

VASCONCELOS, T. L. et al. Estudo morfodinâmico em área do semiárido do nordeste brasileiro: um mapeamento geomorfológico em micro escala. Revista de Geografia (Recife), v. 24, n. 2, p. 36-49, 2008.

Published
2021-09-30
How to Cite
VITAL, S. R. D. O.; SANTOS, A. D. S.; SANTOS, C. L. D. GEOMORPHOLOGICAL MAPPING OF THE SERIDÓ REGION, RIO GRANDE DO NORTE STATE/MAPEAMENTO GEOMORFOLÓGICO DA REGIÃO DO SERIDÓ, ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE. William Morris Davis – Revista de Geomorfologia, v. 2, n. 2, p. 1-15, 30 Sep. 2021.